Aprenda a viajar gastando pouco

Tirar umas férias para conhecer novos lugares é sempre algo gratificante. Já mostramos aqui como é possível conhecer diversos países com apenas uma passagem. Contudo, essa técnica te limita a lugares que a companhia pode te levar. Agora, vamos mostrar como viajar gastando pouco dinheiro.

E existem quatro fundamentos essenciais para se programar ao fazer uma grande viagem. E claro, barato. Então, anote e já organize suas férias e seu orçamento para viajar gastando pouco.

Coloque como prioridade

Tenha em mente para onde deseja ir e foque em fazer acontecer. Falamos e ouvimos muitas vezes que temos vontade de viajar, mas dificilmente fazemos de fato. Por isso, se você realmente quer fazer uma viagem, torne isso sua prioridade.

Sabemos que há diversos motivos para isso não acontecer. Seja a falta de importância ou consumo, as pessoas não conseguem priorizar as viagens.

Portanto, ao colocar a viagem como algo obrigatório é hora de se organizar. Afinal, muitas vezes temos a vontade, mas não temos o dinheiro. Por isso, um passo importante é ver se aquilo com o que você gasta seu dinheiro é algo fundamental e superior a uma viagem.

Leia também: Como excluir suas toxinas financeiras?

Fazer essa reflexão é muito importante. Você quer mesmo viajar? Então é hora de fazer o seu dinheiro virar prioridade para realizar essa vontade. Economizar seus gastos é o primeiro passo para começar a pensar na viagem.

Se não consegue fazer isso, pense nas viagens como investimentos. Afinal, você, além de conhecer lugares novos, terá novas experiências, com pessoas diferentes e uma cultura diferente. E esse é um conhecimento gratificante de acumular.

Planeje 

Viagem com antecedência é sinônimo para passagem e hospedagem baratas. Por isso, programe-se. Depois de estabelecer para onde vai, comece a olhar passagens e hotéis o quanto antes.

Com essas pesquisas você já estabelece os valores e consegue guardar dinheiro de maneira mais fácil. Principalmente por ter um valor como objetivo.

Leia também: Como manter o foco financeiro?

Nisso, é bom ter cuidado com as datas. Até porque você pode não estar indo em um bom momento para determinado lugar. Há fatores além do clima que podem atrapalhar sua experiência no local. Por isso, entenda o lugar para onde você vai.

Pode ser que você vá em um período que esteja ocorrendo um grande evento no local. Consequentemente, as hospedagens estarão muito mais caras.

Falando em hospedagem, esse é outro fator para se manter atento. Atualmente há diversos sites que facilitam você encontrar locais mais baratos para ficar. E o Airbnb está se provando uma experiência interessante para os viajantes.

Até porque você aluga a casa ou apartamento de uma pessoa. E por mais que pareça estranho, pode ser uma experiência de viagem ainda mais completa.

Além de conversar, você também consegue pegar dicas diretamente de um morador sobre o que se fazer no local. E claro, você vai viajar gastando pouco.

Compra de passagem

Igual com as hospedagens, há também diversos sites com promoções de passagens. Então, é interessante ficar atento desde já. Principalmente nos finais de semana.

Uma dica importante é compra-las até três meses antes. Se for muito antes, não haverão tantas opções. E se esperar chegar mais perto da data, a ideia de ir viajar gastando pouco não vai acontecer.

Pode parecer estranho, mas preço não é tudo. Ele é importante, mas não compre uma passagem só por causa dele. Até porque pode acontecer de você comprar uma passagem barata, mas o local só tem hospedagens caras e passeios com valores altos.

Leia também: Como funciona o programa de milhas

E se você achar um local que constantemente oferece passagens baratas, não se limite. Conheça diferentes lugares, até para sair da sua zona de conforto.

Crie um roteiro de viagem

Muitas pessoas passam a ficar em dúvida do que fazer no local, então adotam as agências de turismo. Mas é possível, por conta própria, viajar gastando pouco e de forma completa. Como você já vai pesquisar sobre os locais de viagem, aproveite e veja o que tem pra fazer por lá.

E se você se interessar, anote. Crie uma sequência de atividades que você vai fazer. Já anote o endereço, preço e até a data que você vai. Assim, você se organiza e não perde tempo.

Escolher o dia para ir em determinada atração é realmente importante. Pode ser que, sem roteiro, você vá a um museu no domingo e paga US$10, sendo que no dia anterior era entrada franca.

Pesquise em blogs de viagem para conhecer as experiências das outras pessoas. Você pode ter anotado um local, mas que, no fim das contas, você pode pagar caro e não valer a pena.

É importante seguir sua vontade, mas se seu objetivo é ir gastando pouco, é preciso força para desistir.

O roteiro, no caso, não precisa ser seguido a risco. Afinal, você está em um lugar diferente, então experimente outras coisas. Além do fato que você pode passar por imprevistos.

Leia também: Amsterdã: a cidade econômica 

FONTE

Post Relacionados

Deixe uma resposta