Para não perder dinheiro: conheça seus direitos como passageiro

Para quem acompanha o blog há um tempo, já percebeu o quanto gostamos de falar sobre viagem. Até porque envolve um período muito bom, de descanso e passeios. Porém, ao mesmo tempo que muita coisa boa acontece, também pode acontecer coisas ruins. Ainda mais em períodos que há um fluxo de viagem muito grande, como nas férias, por exemplo. Por isso, é necessário saber seus direitos como passageiro para evitar os perrengues.

Leia também: Aprenda a viajar gastando pouco

Mas antes de anotar seus direitos como passageiro, saiba que é preciso diferenciar os voos internacionais dos nacionais. Isso porque o Brasil assinou o compromisso internacional da Convenção de Montreal, o que colocou em vigor algumas regras para voos internacionais. Que são diferentes para os nacionais.

A principal delas envolve dinheiro, claro. No caso, é em relação aos valores limites de indenização. Para voos internacionais, foram estipulados determinados valores para certos casos, não importando a situação. Já, para voos nacionais, não há um limite estabelecido, porque depende do caso.

Confira a tabela:

Voos Atrasados
  • Internacional: Aprox. R$18.699,90
  • Nacional: Depende
Mala Extraviada
  • Internacional: Aprox. R$4.506,00
  • Nacional: Depende
Overbooking
  • Internacional: Aprox. R$2.253,45
  • Nacional: R$1.126,72
Acidente e morte
  • Internacional: R$450.600,00 (por pessoa)
  • Nacional: Depende

Voos Atrasados

Isso costuma ser comum em muitos dos aeroportos, não só daqui do Brasil. E eles causam muitos transtornos entre os passageiros e companhias aéreas. Mas sabia que você tem como exigir algumas coisas caso esses atrasos ocorram?

Não? Veja agora:

  • Qualquer atraso: A empresa deve atualizar as informações a cada 30 minutos
  • Mais de uma hora: A empresa deve disponibilizar comunicação (internet, telefone, etc)
  • Mais de duas horas: A empresa deve disponibilizar alimentação
  • Mais de quatro horas: A empresa deve disponibilizar alimentação, hospedagem (apenas em caso de pernoite no aeroporto) e transporte de ida e volta

Mala extraviada

Apesar dos atrasos causarem transtornos, ter sua mala extraviada é uma das maiores dores de cabeça que você pode ter durante uma viagem. Afinal, seus pertences deixam de estar com você. E sobre isso, a companhia aérea tem o prazo de 21 dias para encontrar e devolver, no caso de voos internacionais.

Em nacionais, o prazo é de uma semana.

Voos domésticos

São poucos os que sabem sobre os seus direitos como passageiros em voos nacionais. Principalmente sobre a regra que a companhia aérea deve informar o cancelamento do trecho com até 72 horas de antecedência. Quando isso acontece, o passageiro pode optar ou pela reacomodação em outro voo ou reembolso integral.

Caso haja a escolha da reacomodação, pode pegar um voo na data e no horário que desejar. Podendo até escolher outra companhia, caso queira. No caso do reembolso, caso o passageiro consiga aproveitar algum trecho do voo, o reembolso passa a ser parcial ao invés de integral.

Para não se estressar e acabar perdendo dinheiro durante a viagem, é fundamental saber seus direitos como passageiro.

Leia também: O guia para visitar Londres com orçamento limitado

FONTE

Post Relacionados

Deixe uma resposta