Quanto custa uma reforma na casa?

Na vida, algumas mudanças são essenciais. Afinal, renovar o espírito, respirar novos ares, ter novos objetivos é sempre algo bom. E algumas mudanças podem acontecer na sua residência. Mas sabemos que uma reforma na casa assusta bastante.

Isso porque, além de causar muitos problemas, uma reforma na casa envolve muita economia. Pesquisar materiais e mão de obra não é uma tarefa fácil. E encaixar tudo no orçamento também não.

De cabeça, é difícil saber quanto custa uma reforma na casa. Obviamente, essa questão varia de reforma para reforma. Por isso, é comum surgirem dúvidas sobre o que mudar. E uma delas, claramente, é o gasto.

Leia também: Pequenas economias: onde e como investir?

Portanto, vamos trazer alguns números para ter uma ideia geral sobre os valores do mercado. Os valores, no entanto, servem apenas como média. Dependendo os profissionais e equipamentos, esses valores podem ser diferentes.

Considerações da reforma na casa 

Um dos maiores problemas durante a reforma é a falta de planejamento. E esse planejamento vai muito além de ter o projeto da casa em mãos. Planejar envolve conhecer o orçamento e também os valores do mercado.

Ter tudo isso conscientemente e anotado traz vantagem na hora de visualizar os impactos. E até para traçar um orçamento. Por isso, a melhor estratégia é listar todos os itens e soma-los. Assim, você consegue estabelecer uma verba a mais para qualquer imprevisto.

Leia também: Planilha de gastos: como montar?

Mantenha o foco nas prioridades. Então, não empolgue nas compras. Compre aquilo que for necessário para a reforma na casa. Para conseguir fazer isso, é bom entender tudo antes das etapas de execução.

Leia também: Gastos impulsivos: como evitar?

Portanto, busque um profissional especializado. E claro, não esqueça de incluir o custo desses profissionais no orçamento. Eles vão ser os responsáveis por não só a gestão e fiscalização da obra, como também vão garantir a qualidade e agilidade dos serviços.

Início da reforma

O primeiro passo é relacionar tudo aquilo que você quer mudar na casa. Comece pesquisando os revestimentos, móveis e elementos que você quer colocar. Isso tudo avaliando tanto o custo quanto o benefício.

Depois, decida por onde começar. Pense na estrutura da sua casa e por onde é melhor. Por exemplo, se a entrada da sua casa é na cozinha, é melhor reformar primeiro a sala e por último a cozinha.

Calcule também os possíveis imprevistos. É importante imaginar o que pode acontecer e calcular as alterações, para criar uma boa reserva. Converse com o profissional antes, porque muitos conseguem observar possíveis problemas.

Custo 

Agora sim o que todo mundo procura saber. Ele envolve muitos fatores, como localização, tamanho dos cômodos da casa, quantidade de itens, tipos de material, mão de obra e muito mais.

E eles podem variar muito.

Leia também: Renda variável: o que é e como começar?

É fundamental ter em mente que haverão gastos fixos e variáveis. Para ter noção deles, é preciso seguir o passo de planejar as etapas.

Pela variação do mercado, os valores aqui presentes podem perder sua validade, então, é preciso sempre estar atento com o mercado.

Profissional 

Ao contratar um habilitado, isso envolve um contrato. E, claro, um pagamento. Dependendo da sua reforma na casa, vai precisar de um arquiteto ou engenheiro civil, por exemplo. E o contrato deles pode equivaler de 10% a 20% do valor final da obra.

Já um encanador ou eletricista, envolvem mais investimentos. E esse tipo de profissional cobra por hora e o valor será estabelecido conforme a complexidade do serviço. Isso sem incluir os materiais.

Com base nos valores de mercado de 2017 e 2018, um reparo custaria, em média, R$1.000 por m². 

Itens importantes
  • Telhado e fachada: R$300 m²
  • Sala: R$1.000 m²
  • Quarto: R$1.800 m²
  • Banheiro: R$2.300 m²
  • Cozinha: R$1.200 m²
Serviços comuns
  • Pintura: R$70 m²
  • Instalação papel de parede: R$55 m²
  • Molduras de gesso: R$45 m²
  • Troca de azulejos e piso: R$70 m²
  • Abertura: R$300 unidade
  • Encanamento: R$33,50 m
  • Instalação elétrica: R$150 unidade
  • Louças e metais: R$2.000 m²

Pelos valores, é realmente importante ter em mente se a reforma na casa é necessária. E se for realmente fazer, planejamento e crucial.

FONTE

Post Relacionados

Deixe uma resposta