Entenda o que é empréstimo consignado

Planos mais baratos e flexíveis. Essas são as duas principais características do empréstimo consignado, considerado um dos meios mais simples e seguro de se obter crédito. Com isso, esse meio anda proporcionando muitas oportunidades, principalmente para quem precisa de dinheiro. E boas condições.

Mas afinal, o que é esse empréstimo consignado e como funciona? Bem, vamos explicar tudo.

A primeira característica do empréstimo consignado é que ele surgiu com a intenção de diminuir o endividamento. Principalmente de trabalhadores, aposentados e servidores públicos. A ideia, então, foi de fazer isso através de uma forma de financiamento com juros mais baixos.

Assim, o empréstimo consignado tornou-se o menos burocrático e mais barato meio de se adquirir crédito. Além de ser uma das melhores opções para quem precisa de dinheiro em curto prazo.

O crédito pode ser adquirido através de bancos e instituições financeiras. O valor, no entanto, é de 35% do valor mensal do salário, aposentadoria ou pensão. Ou seja, caso uma pessoa tenha um rendimento mensal líquido de R$5.000, pegará R$1.200 em crédito. No caso, esse valor só pode ser usado através de um cartão de crédito específico.

Como funciona

No caso, as parcelas são descontadas diretamente da sua renda mensal. Ou seja, uma parte do seu dinheiro fica comprometida antes do dinheiro chegar na sua conta. Por isso, é preciso realizar uma boa estratégia financeira para não aumentar seus gastos com pagamentos de juros.

Portanto, ao mesmo tempo em que ele salva, também pode te prejudicar. Pelo empréstimo consignado ser uma das linhas de crédito mais baratas, ajuda bastante. Porém, é preciso cautela na hora de usá-lo.

E essa taxa de juros mais baixa existe pelo fato do pagamento da parcela ser descontado em folha. Até porque se sabe que juros tem ligação com o tamanho do risco de quem empresta algum recurso.

No entanto, ele pode ser considerado mais seguro para quem toma o crédito e para quem empresta o dinheiro, já que o pagamento é garantido. Então, o consumidor não corre o risco de entrar em crédito rotativo. E nem dos bancos ficarem de mãos abanando.

O empréstimo consignado, então, possui um teto para as taxas de juros. Ou seja, há um valor máximo que pode ser emprestado, que recebe o nome de Custo Efetivo Total (CET).

Vantagens do empréstimo consignado

Além das taxas de juros mais baixas, como já citado, o empréstimo apresenta outras duas principais vantagens:

  • Facilidade de contrato: pelo fato do banco já ter a garantia de que o valor será pago, não há tanto burocracia na contratação e liberação do dinheiro. O ideal é manter suas dívidas em dia e que não superem 20% do que você ganho. O caso só é diferente se você estiver financiando um imóvel, passando a porcentagem para 30%.
  • Prazos: com o empréstimo consignado, instituições tendem a aumentar os prazos. Tanto que há bancos que chegam a oferecer 120 meses (dez anos) para pagar. Há também na questão do contrato. Nesse caso, o prazo é curto, podendo ser realizado em horas.

Desvantagens do empréstimo consignado

  • Perder o emprego: caso fique desempregado, terá que quitar o empréstimo de uma só vez. Ou trocar o empréstimo consignado por outro.
  • Prazo: o longo prazo de pagamento significa que você está lidando, também, com uma dívida de longo prazo.
  • Adiamento: como o desconto é feito diretamente do pagamento, não é possível adiar ou suspender o débito. Portanto, vai encontrar mais dificuldades para renegociar o empréstimo, caso precise.

FONTES

Fonte1

Fonte2

Post Relacionados

Deixe uma resposta