Passos para adotar inteligência artificial no seu negócio

A inteligência artificial, atualmente, é o verdadeiro hype do mundo dos negócios. Toda essa euforia vem criando um entendimento distorcido de que esse tipo de tecnologia opera milagres. Mas não é bem assim.

Leia também: Como computação em nuvem pode ajudar empresas?

Robôs e sistemas que funcionam de forma autônoma ainda precisam aprender muito para, enfim, transformar a ficção científica em realidade. Antes de realizar soluções de alta performance, as empresas ainda precisam fazer um trabalho assíduo e avaliar em quais áreas vai valer a pena investir a tecnologia.

Por isso, antes de implementar a inteligência artificial para melhorar sua produtividade e reduzir custos, acalme-se.

O cenário da inteligência artificial 

É inevitável dizer que esse ecossistema vem crescendo a taxas exponenciais. Tanto que analistas já estão discutindo sobre uma possível futura bolha, como a da internet, nos anos 90. O mercado global da inteligência artificial chegou a ser estimado em US$7,35 bilhões em 2018, de acordo com o Statista. Nesse valor, está incluso aplicações como:

  • reconhecimento de imagem e escrita
  • processamento de fala
  • detecção
  • classificação
  • identificação de objetos

A previsão sobre o futuro da inteligência artificial é constante. E não é arriscado apostar que, entre os próximos unicórnios (empresas que atingem US$1 bilhão), estarão startups com modelos baseado na tecnologia. Na China, 48% do total de aportes realizados em startups no mundo, em 2018. Enquanto os Estados Unidos responderam por 38%, colocando mais combustível na guerra pelo domínio das novas tecnologias travada entre os dois.

Muitas das maiores empresas de tecnologia, como Google e Amazon, já estão comprando startups e desenvolvendo produtos e soluções de inteligência artificial. No artigo Things That Aren’t in Deep Learning, do cientista de dados William Vorhie, é destacado o nascimento e o avanço do CNN (Convolutional Neural Network). Além de como a tecnologia irá substituir a RNN (Recurrent Neural Network) em programas de tradução e com alto potencial.

Ele também salienta inúmeros obstáculos que ainda precisam ser superados para que a IA seja eficiente. Os modelos de rede neural e inteligência artificial conseguem performar bem as tarefas em ambientes nos quais todas as variáveis são controladas. E isso é que está causando uma percepção errada.

Leia também: 2019 será o ano de sucesso do Brasil nas fintechs?

Introdução da tecnologia 

Empresas com vontade de implantar modelos da rede neural entendem equivocadamente que conseguirão lançar, magicamente, modelos de automação em suas operações. Para conseguir fazer a implementação da maneira correta, existem cinco passos importantes que devem ser seguidos.

  • Identificar qual a dor que o modelo de rede neural irá causar.
  • Mapeie todos os processos e busque entender como replicar a regra de negócios nos algoritmos.
  • Fique preparado para soluções dos problemas. Nos sistemas de inteligência artificial, são processados milhares de algoritmos que geram o mesmo resultado. O que impacta nos resultados é a produtividade, a acuracidade e o tempo de desenvolvimento.
  • Prepare a infraestrutura da empresa. O impacto da tecnologia é grande, tanto na parte técnica quanto na questão de recursos humanos. Por isso, é importante implementar uma gestão de mudança com base nos resultados conquistados.
  • Não esquecer de fazer a manutenção. Um sistema IA é diferente de um software convencional que uma empresa instala. Um modelo de IA evolui naturalmente, o que leva a novos resultados, entendimentos e acurácias. Então, isso exige uma manutenção permanente e durante todo o ciclo de vida do sistema.

Não espere para iniciar sua caminhada para fazer da inteligência artificial uma estratégia importante do seu negócio. Mas não esqueça de controlar suas expectativas. É importante ter consciência que as máquinas ainda estão em teste e só daqui há alguns anos, estarão habilitadas para realizar seus sonhos futuros.

Leia também: Crowdlending: entenda porque micro empresas devem seguir o negócio

FONTE

Post Relacionados

Deixe uma resposta