Duas maneiras de pagar barato em ímovel

O mercado financeiro brasileiro já passou por diversas viradas. Depois de uma valorização superior à inflação por quase uma década, os preços se mantiveram estáveis em 2015. E lutou para seguir firme até então. E isso altera na compra de imóveis, então, vamos mostrar como pagar barato.

A desaceleração do mercado pode ser observada a partir de diversas formas. Seja queda de vendas, aumento de estoque, redução de lançamentos, juros mais altos, maior desemprego e por aí vai.

Apesar de todos mostrarem que há um ciclo ruim para os imóveis, o mercado possui dois tipos de vendedores. Há aquele que já entendeu que é preciso cobrar preços mais racionais para conseguir se desfazer do imóvel. E o outro que permanece negando e recusando a existência da bolsa estourada.

Leia também: O que é ITBI?

Por isso, na hora de investir em imóvel, é necessário estar atento com vendedores com pedidas mais realistas. Então, acompanhe agora as duas formas de pagar barato em imóvel.

Comprar de um profissional

É normal um vendedor se conformar que o valor que ele pagou no imóvel estará diferente em comparação de quando ele vai vender. É também natural o vendedor que pagou R$200.000, colocar o imóvel à venda pelo mesmo preço até encontrar um comprador. No entanto, há os vendedores endividados, que demoram mais para atingir a realidade.

Grandes incorporadas já não valem a mesma coisa de antes. Principalmente porque procuram crescer mais rápido do que conseguiam. E isso ocorre principalmente por não haver demanda para absorver os lançamentos no preço que as empresas queriam. Nesse caso, o jeito é liquidar o estoque com preços mais atrativos, porque só assim é possível cumprir os deveres.

Investimentos em fundos

Outro mercado no qual a bolha estourou há algum tempo é o de fundos imobiliários. E por isso oferece ótimas oportunidades para quem gosta de investir em imóveis. Até porque dá para aproveitar de uma distorção de preços.

Leia também: 100% do financiamento de imóvel: é possível?

Como o fundo imobiliário conta com um grupo de pessoas com o mesmo objetivo, o dinheiro deles vai ser administrado por um gestor, em forma de cotas. Esse gestor é o responsável por encontrar e realizar os melhores investimentos e garantir um bom retorno.

No entanto, um fundo de investimento imobiliário pode envolver outros investimentos. Porém, todos ligados a imóveis. Nesse caso, é possível investir em títulos imobiliários, como Letras de Crédito Imobiliário ou Certificados de Recebíveis Imobiliários. Ou cotas de outros fundos.

Leia também: Como encontrar as melhores taxas para financiamentos imobiliários?

FONTES

Fonte1

Fonte2

Post Relacionados

Deixe uma resposta