carência financeira

O que é carência financeira?

É fácil encontrar conselhos sobre como investir no mercado financeiro. Porém, nem sempre as pessoas levam em consideração uma coisa importante conhecida como carência financeira. Quando alguém decide investir, é preciso analisar esse período de carência.

Nas aplicações financeiras, há um período de tempo no qual não se pode mover o dinheiro. O tempo entre a aplicação e a possibilidade de movimentação financeira é conhecido como carência financeira.

Por exemplo: no contrato do investimento está previsto um período de carência de 60 dias. Desse modo, apenas depois de 60 dias da assinatura do contrato será possível retirar o dinheiro. Seja o valor total ou somente parte dele.

Nem toda aplicação funciona assim. Os títulos de renda fixa – como o CDB – podem ter carência.

Diferença entre vencimento e carência financeira

Carência e vencimento são dois conceitos que surgem quando não há liquidez diária no investimento. Ou seja, quando ele não pode ser diariamente resgatado sem perder valor.

Um investimento de renda fixa, como CDB, sempre tem uma data de vencimento. Nesse dia, o investimento irá vencer e o seu dinheiro, junto com os rendimentos, serão creditados na sua conta bancária.

Já a carência, como já foi dito anteriormente, é a data a partir da qual o resgate pode ser feito.

Por exemplo: Um investimento foi feito diretamente com um banco, no dia 25 de agosto de 2018. O investidor recebeu as seguintes informações:

Carência: 25 de outubro de 2018

Vencimento: 25 de agosto de 2020.

Isso significa que a partir do dia 25 de outubro, o investidor PODE resgatar o investimento. E, no dia 25 de agosto de 2020, o investidor DEVE resgatar o investimento, sendo que, o resgate será feito automaticamente, mesmo que o investidor se esqueça dessa data.

Existem algumas opções de investimentos com a mesma data de carência e de vencimento. Isso significa que não é possível resgatar o dinheiro antes do fim do investimento. Essas são as possibilidades com as melhoras taxas.

Porém, é preciso cautela. O que a pessoa que deseja investir precisa analisar é se o dinheiro investido pode, ou não ficar parado. É preciso saber se essa quantia poderá ser necessária para o investidor em um curto espaço de tempo.

Lembre-se que é possível que o dinheiro precise ficar parado por dois anos ou mais.

Fontes 1, 2 e 3

Post Relacionados

Deixe uma resposta