juros compostos

O que são juros compostos e simples?

“Compras parceladas em 5x sem juros” ou “compras com a menor taxa de juros” são frases comuns estampadas nas vitrines das lojas ou em propagandas dos sites de compras. Mas afinal, o que são juros compostos e simples?

De forma simples, juros são os rendimentos obtidos pelo empréstimo de determinada quantia de dinheiro ou o valor acrescido pelo capital aplicado em um investimento. Não ficou tão claro assim?

Suponhamos que você tenha R$80,00 e queira ir a um evento. Os ingressos custam R$40,00 cada. Ou seja, você pode comprar dois ingressos.

Agora, você já se perguntou quantas entradas serão possíveis comprar com os mesmos R$80,00 daqui a 10 anos se aplicado em algum investimento?

Investir é “emprestar” dinheiro a alguma instituição. Os juros nesse caso funcionam como uma espécie de renumeração pelo tempo em que o dinheiro ficou aplicado no investimento. Dessa forma, daqui a 10 anos, seu capital renderá mais e seu dinheiro, consequentemente, valerá mais!

O oposto também funciona. Quando você pega dinheiro emprestado do banco, você deve devolver uma quantia maior que a inicial, proporcional ao tempo em que ficou com o dinheiro. Essa quantia a mais é determinada pelos juros.

Juros Simples X Juros Compostos

Agora que você já sabe o que são juros, basta entender os dois tipos básicos de juros: simples e compostos.

Juros Simples

Do ponto de vista de investimentos, juros simples são rendimentos calculados com base no seu capital inicial (primeira quantia de dinheiro aplicada).

Juros Compostos

Já os juros compostos são rendimentos obtidos com base no montante (capital inicial + juros) de cada mês.

Imagine que você possua o capital inicial de R$100,00 aplicados a um investimento de 5% ao mês. Ao final do primeiro mês o seu montante será de R$105,00.

Para o mês seguinte, o valor utilizado para cálculo será o montante do mês anterior (e não o capital inicial, como em juros simples).

Juros compostos: amigo ou inimigo?

Quando se trata de investimentos que rendem a juros compostos a resposta é: amigo do peito!

Como vimos acima, o rendimento é sempre baseado no montante do mês anterior, ou seja, são os famosos “juros sobre juros”.

MAS NÃO SE ENGANE!

Os juros compostos podem se transformar em inimigo perigoso se é você quem está pegando dinheiro emprestado. Tome cuidado!

Fonte

Post Relacionados

Deixe uma resposta