O que significa câmbio?

Para quem já viajou para o exterior já ouviu falar de câmbio. Que nada mais é do que a operação de troca de moeda de um país pela moeda de outro. Pensando no brasileiro, é quando trocamos o real por dólar, pesos ou euro, por exemplo. E o mesmo acontece com o estrangeiro que vem para o Brasil.

E para isso, é necessária a autorização do Banco Central.

Para fazer isso, existe o mercado de câmbio. Este, no caso, é o ambiente onde é realizada a troca do dinheiro. O mercado é regulamentado e fiscalizado pelo Banco Central e é o responsável por compreender as operações de compra e de venda das moedas.

No mercado brasileiro, são inclusas as operações de recebimento, pagamento e transferência. E existem dois tipos de mercado.

  • Primário: recebimento ou entrega da moeda estrangeira por parte do cliente. É correspondente ao fluxo de entrada ou de saída.
  • Secundário: negócios realizados entre bancos. Aqui, a moeda estrangeira é negociada entre as instituições integrantes do sistema financeiro. E, simplesmente, migra do ativo de uma instituição autorizada a operar no mercado de câmbio para outra.

Contrato e posição de câmbio

Para a confirmação da realização de troca, existe um documento que formaliza a operação. Nesse contrato é estabelecido características e condições sob as quais se realiza a operação de câmbio.

No contrato constam informações relacionadas à moeda estrangeira que um cliente compra ou vende. Ou seja, a taxa, os valores e nomes, tanto do comprador quanto do vendedor. Os contratos são, então, registrados no Sistema Câmbio pelo agente.

Leia também: Aprenda a iniciar seus investimentos em criptomoedas

Já a posição é representada pelo saldo das operações que estão prontas ou que vão para liquidação futura e possuem dois tipos no mercado: a posição de câmbio comprada e vendida.

  • Comprada: saldo em moeda estrangeira registrado em nome de uma instituição autorizada que tenha realizado compras. Tanto prontas quanto para liquidação futura, de moeda estrangeira, títulos documentos ou ouro-instrumento cambial.
  • Vendida: saldo em moeda estrangeira em nome de uma instituição autorizada que tenha realizado os mesmo procedimentos da comprada.

Taxa de câmbio

Ela é a que vai estabelecer o valor que o cliente paga pela moeda. No casa, a taxa é a relação entre moedas de diferentes países que resulta no preço de uma, em relação à outra. Porém, além de expressar quantitativamente a condição de troca, ela também expressa as relações de troca entre os países.

Até porque o câmbio é uma das variáveis macroeconômicas mais importantes. A taxa, então, é definida de forma direta, isso significa que o valor vai expressar a quantidade de moeda nacional necessária para comprar uma unidade de moeda estrangeira.

Mas também pode ser definida de forma indireta. Isso acontece quando expressa o preço de uma unidade de moeda nacional em unidades de moeda estrangeira. Ou seja, quando a quantidade de moeda estrangeira é equivalente a uma unidade de moeda nacional.

Apesar da taxa ser um preço, ele muda na compra e na venda. Para venda, é o preço que o banco cobra. Já a de compra é o preço que o banco paga pela moeda estrangeira que é ofertada.

Leia também: O que é inflação?

FONTES

Fonte1

Fonte2

Post Relacionados

Deixe uma resposta