Pequenas economias: onde e como investir?

Muitos se esforçam constantemente para economizar ao máximo em busca de realizar uma grande vontade. E ainda conseguir pagar as contas e dívidas tranquilamente. E suas pequenas economias podem te ajudar com isso.

Leia também: Como excluir suas toxinas financeiras?

Por mais que o salário não seja o melhor, qualquer etapa de economia, seja ela grande ou pequena é fundamental. Por isso, é importante valorizar cada uma de suas pequenas economias e saber o que fazer com elas.

Mesmo que investimentos pareçam exigir sempre grandes quantias, saiba que eles podem ser fiéis amigos, mesmo com pouco dinheiro. E ainda dá para escolher entre os investimentos que garantem segurança e que rendem mais.

Leia também: 3 passos para fazer o melhor investimento

Nisso, seguem algumas aplicações seguras que aceitam qualquer valor.

Tesouro Direto

Como já o apresentamentos, títulos do tesouro direto são investimentos que têm o governo federal como devedor. Ou seja, a chance de existir calote é praticamente impossível. Com isso, a segurança é garantida.

Seu investimento já pode começar a partir de R$30. Com esse valor já é possível comprar parte de um título de dívida pública sem o risco de perder dinheiro. Além de ter a vantagem de rendimentos maiores do que os adquiridos com a caderneta da poupança.

E o melhor, tudo pode ser feito online. Basta acessar o site do Tesouro ou de bancos e corretoras.

Leia também: Perder dinheiro no Tesouro Direto: saiba como não deixar isso acontecer

CDB

Da mesma forma que o Tesouro Direto, o CDB também é uma garantia de segurança para suas pequenas economias. Mesmo sendo uma compra de títulos emitidos por instituições financeiras.

A segurança existe pelo fato do investidor estar protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Esse fundo devolve até R$1 milhão ao investidor em caso de quebra do banco.

O rendimento do seu investimento, nesse caso, é atrelado ao CDI (Certificados de Depósito Interbancário). Porém, também depende do prazo de vencimento combinado com o banco e da quantia aplicada. Há opções a partir de R$200.

O retorno, parecido com o Tesouro Direto, também é maior que a poupança.

LCI

Com rentabilidade prevista na compra, a LCI (Letras de Crédito Imobiliário) também tem o banco como devedor. Além de estar protegida pelo FGC.

No entanto, a vantagem dessa modalidade é o fato dela estar isenta do Imposto de Renda. E isso aumenta a rentabilidade.

Leia também: Qual a diferença entre LCI, LCA, CRI e CRA?

FONTE

Post Relacionados

Deixe uma resposta