3 grandes fintechs que ajudam na educação financeira

Explicamos neste mês que existe um otimismo muito grande sobre o desenvolvimento das fintechs no Brasil. Com possibilidade de chegar perto e até superar a Suécia, considerada o principal país do setor. Além do otimismo do mercado, há ainda outro em relação a melhora da educação financeira fornecida pela fintechs.

Por isso, se você está envolvido – ou depois desse otimismo, procura entrar – no mercado das fintechs, comece a estudar. Companhias revolucionaram em não só na curadoria do dinheiro, como também na educação financeira.

E a revolução dessa educação veio muito da demanda por serviços financeiros mais práticos e descomplicados. Nisso, as empresas têm criado produtos inovadores e que provocam instituições que insistem nos modelos antigos.

Por estarem aprimorando os sistemas de pagamento e investimento na Bolsa de Valores, a educação financeira dessas fintechs vem melhorando cada vez mais. E por isso, vamos falar sobre algumas.

NuBank

Classificado como a maior startup da América Latina, o NuBank se mostrou pioneiro no segmento de serviços financeiros desde seu surgimento, em 2013. 100% digital e segura, a empresa chama a atenção por ser justa e transparante na conduta com o cliente. Além de direta e objetiva na comunicação.

O banco possui um blog próprio com dicas financeiras não só sobre a própria empresa, mas também do mercado em si.

GuiaBolso

Fundado em 2014, o GuiaBolso é um app que permite a sincronização com sua conta bancária, com o objetivo de analisar e classificar as informações dos seus gastos. O aplicativo, além de moderno, consegue ser um planejador financeiro de qualidade. Até pelo controle de finanças que o aplicativo oferece ao usuário.

Leia também: Como controlar gastos: os melhores aplicativos

Toro Investimentos

Classificada entre as 250 fintechs mais promissoras do Brasil pela CB Insights, a empresa é marcada como a primeira fintech do Brasil a abrir um corretora de valores totalmente independente dos bancos. Além de ser uma ótima escolha para quem não tem tanto conhecimento de investimentos. Isso porque a fintech oferece praticidade e simplicidade na hora de encontrar as melhores ações.

Leia também: Descubra como perder o medo de investir

FONTE

Post Relacionados

Deixe uma resposta